5 conselhos para qualquer freelancer sobreviver durante a crise

Muito se tem falado da crise no Brasil ao longo dos últimos meses. Apesar de ser inegável que ela existe – os números começam a comprovar isso mesmo – a verdade é que cada freelancer deve fazer aquilo que lhe compete, ou seja, fazer de tudo o que estiver ao seu alcance para que o seu negócio sobreviva, mesmo em momentos mais desafiantes da economia.

Ao longo deste artigo, vou explicar algumas estratégias que utilizei ao longo da crise na Europa, que começou em 2008. Acredito que elas possam ser úteis para, acima de tudo, começar a preparar-se para os momentos que ai vêem.

Acredito que é na crise que se “separam os homens dos meninos” e com estes 5 conselhos, tenho a certeza que ficará mais próximo de manter o seu negócio com bons resultados ao longo dos próximos anos.

1. Relacionamentos de longo prazo são fulcrais

Com a crise, os clientes normalmente adotam dois tipos de postura:

1. Ficam mais seletivos nos freelancers que escolhem. Como têm mais receio de investirem o seu dinheiro, acabam por analisar muito melhor antes de fazerem uma contratação.

2.  Preferem ter relacionamentos de longo prazo com os freelancers, pois preferem ter alguém da sua confiança e que traga resultados ao invés de andarem sempre procurando por novos freelancers.

Por isso, em momentos de crise, pare de ficar preocupado em procurar novos clientes: preocupe-se em prestar um bom serviço para os que já confiam no seu trabalho.

Ebook - Ser Freelancer

2. Não corte demasiado nas despesas

Em momento mais difíceis, o primeiro pensamento é “temos que poupar! Vamos cortar nas despesas!”. Calma nessa hora.

É verdade que é importante poupar. Afinal de contas, o gerenciamento financeiro de um freelancer deve ser bastante rigoroso em momentos de crise.

Porém, é necessário analisar até que ponto esses cortes não vão prejudicar o crescimento do seu negócio.

Se você precisar de um computador mais rápido e não comprá-lo apenas para poupar dinheiro, isso pode ser prejudicial para o seu negócio. Essa escolha acabará por obrigá-lo a trabalhar mais devagar e, consequentemente, a prestar um pior serviço para os seus clientes.

Então, o meu conselho é que analise friamente: será que a poupança atual não sairá mais cara no futuro?

3. Pare de ver notícias negativas (ou pelo menos não seja influenciado por elas)

Em plena crise, o que mais existe são notícias negativas. O dólar aumenta, o desemprego sobe, a confiança dos mercados desce, etc.

No entanto, é necessário garantir que essas mesmas notícias não afetam a conquista de objetivos e a sua motivação para trabalhar.

Se você consegue acompanhar o noticiário e, em seguida, manter o seu nível de motivação elevado, perfeito.

Agora, se isso afeta a sua vontade de trabalhar, talvez deixar de ver esse tipo de notícias seja uma opção inteligente.

Ter uma atitude positiva nos negócios é fundamental para ter prazer e ser melhor naquilo que faz. Garanta que a crise não interfere nesses dois pontos.

4. Crie parcerias

Uma das formas de garantir um fluxo constante de clientes é fazendo parcerias com freelancers e agências. Não que isso não seja importante em qualquer momento da sua carreira, mas em momentos de crise este tipo de estratégia é ainda mais relevante.

Por isso, pense em:

  • Freelancers que possam complementar o seu trabalho. É programador? Pense em Designers que possa enviar clientes para você.
  • Agências que possam passar alguns clientes que estejam sobrando para você.
  • Associações de empreendedorismo/comerciais que possam existir na sua cidade ou no seu Estado
  • Ferramentas que possam também ter uma demanda interessante de clientes que eles não satisfaçam

Enfim, vai depender muito da sua criatividade mas o mais importante a reter é: em plena crise, você estará mais seguro se desenvolver o seu negócio em conjunto com outras pessoas.

5. Não coloque os ovos todos numa cesta só!

Você conhece esta expressão? No fundo, o que ela quer dizer é: não deixe o seu negócio dependente de uma única fonte de renda. Fazer isso em plena crise é muito arriscado. Mais uma vez, analise algumas potenciais alternativas que pode explorar no seu negócio:

Pense nos seus conhecimentos atuais e naquilo que você pode fazer além do que já faz atualmente.

Agora é com você!

Estão aqui 5 pontos que, se bem explorados, certamente vão impulsionar o seu negócio de freelancer em plena crise. Agora conte para mim: o que você tem feito para contornar a crise? Que estratégia tem adotado?

Abraço,

Luciano Larrossa

Artigos
Relacionados

Comentários (6)

Gostou desse artigo?

Partilhar Comentar

  • Paulo (O Alquimista) Sacramento

    Prezadíssimo LUCIANO.

    Li atentamente (e reli) o artigo acima e, como sempre, dou-lhe os Parabéns, Um texto claro, objetivo e muito útil.
    Só faço uma ressalva.
    Mas, antes de expor a ressalva deixa eu dizer. Nos 2 últimos meses, recebi centenas de pedidos de socorro de freelancers (Coaches, Webdesigners, Publicitários e outros). Entrevistei-os TODOS, diagnostiquei o maior "problema" de todos eles, fiz um workshop de 1 dia... resolvi os problemas deles em grupo e tenho recebido dezenas de emails de agradecimento etc...

    O que eu detectei?! Que TODOS eles eram excelentes profissionais... mas, PÉSSIMOS vendedores de seus serviços. Eles não sabiam vender os seus "peixes" (expertise, ideias, projetos e Resultados).
    Ensinei-os a venderem seus peixes e, agora estão passando pela crise, com tranquilidade e trabalhando muito.

    Esta é a ressalva. O primeiríssimo conselho que Você deveria dar aos seus seguidores é: Aprenda a vender o seu peixe.

    Quer saber mais?! Convido-o a visitar http://www.prfsacramento.com/tacarodemais.html

    28/08/2015

    Responder
  • João Nascimento

    Viva Luciano,

    Deixa-me dar-te os parabéns por este excelente artigo. Identifiquei-me com todos esses pontos ao longo destes dois anos onde por varias vezes tive de me adaptar ao mercado. Ate sitei a ultima frase doteu primeiro ponto agora no meu facebook. Hoje os meus clientes mais velhos e que depositam em mim grande confiança passam inclusive a ser meus parceiros de negócios e ate meus amigos.

    Sempre vi a crise na Europa como uma oportunidade,as empresas que ficaram foram as que investiram no fortalecimento dos seus negócios nas mais diversas áreas.

    Outro ponto que juntaria ai é como referido acima no comentário a parte das vendas. Em qualquer negocio é preciso saber vender o nosso produto. Senão somos bons comunicadores ou assim é simples. Arranjamos alguém que seja, explicamos o produto a fundo e oferecemos uma percentagem na venda. Isto é só uma ideia, podemos apenas estudarmos e treinamos para ser bons comunicadores ou vendedores.

    Espero ter ajudado com estas palavras.

    Cumprimentos a todos especialmente a ti Luciano.

    Abraço

    28/08/2015

    Responder
  • André Luis

    O item 3 é incrível. A primeira coisa que fiz quando decidir ser freelance foi parar de assistir aos noticiários da TV aberta. É inacreditável a quantidade de tragédias e notícias que não acrescentam nada!

    10/09/2015

    Responder
  • Alexis Kakos

    Luciano, você parece ser bem ponderado. Conheci seu site hoje, como trabalho como escritor, tradutor e ghostwriter para o mercado americano e europeu pouco visito sites brasileiros e vi que estou perdendo oportunidades de ouro! Como você mesmo propôs parcerias quer ser meu parceiro, então? Faço traduções para o português (óbvio), inglês, francês, espanhol e italiano, além de galego e catalão, latim e grego.

    21/10/2015

    Responder
  • Marlon Vieira

    Em momentos de crise é fundamental usar a estratégia que chamo de iscas.
    Consiste em usar os serviços iniciais de uma empresa como a criação de logotipo ou cartão de visita. Esses Serviços servem para engrenar um trabalho de longo prazo e fidelizar um cliente.

    21/08/2016

    Responder

Deixe seu comentário

Seu Gravatar

Rede Escolas Plus

  • Psicologia

    Artigos sobre Psicologia, Motivação e muito mais, de uma forma prática e simples que lhe permitem melhorar a sua vida pessoal e profissional.

  • Criatividade

    Melhore a sua Criatividade através de tutoriais de desenvolvimento web, webdesign, dicas de inspiração, e muito mais.

  • WordPress

    Torne seu WordPress numa verdadeira máquina com nossos artigos, templates exclusivos, plugins e tutoriais totalmente em português.

  • Dinheiro

    Aprenda como ganhar dinheiro na internet com sites e blogs, usando anúncios do Google, Programas de Afiliados, Email Marketing e muito mais.

  • Apostas

    Gostava de ganhar dinheiro com seus palpites sobre esportes? Siga nossos tutoriais e dicas sobre como fazer apostas esportivas.