Conselhos para conseguir emprego utilizando o LinkedIn

Já falamos aqui sobre vários sites para conseguir trabalho enquanto freelancer e todos os dias publicamos vagas no nosso Centro de empregos para freelancers. Tudo isto porque sabemos o quão importante é para o profissional autônomo conseguir manter o fluxo de clientes e assim, conseguir mais e mais trabalho para a sua empresa. Apesar de uma parte do sucesso estar ligada à forma como trabalha com os seus clientes, como explicamos neste e neste artigo, também é verdade que a outra parte do segredo está ligada à forma como o profissional procura novos clientes.

Habituados aos sites comuns, muitos freelas acabam deixando o LinkedIn de lado, procurando poucas vezes por emprego através desta rede social. Falta de conhecimento de como fazer ou talvez apenas falta de estudo podem explicar este “amor reduzido” pelo LinkedIn na procura de emprego, mas a verdade é que o Brasil é, segundo o site Socialbakers, o nono país em todo o mundo que mais utiliza esta rede social. Estamos falando de mais de um milhão de profissionais que atualmente procura emprego, concorre a ofertas e partilha conteúdo através da rede social criada por Reid Hoffman. Não será isso motivo suficiente para você se começar a interessar um pouco mais pelo LinkedIn?

Nota: Se quiser trocas algumas ideias sobre o LinkedIn, sinta-se à vontade para adicionar o meu perfil clicando aqui

COMO FUNCIONAM OS EMPREGOS NO LINKEDIN

Você pode estar se questionando neste momento: mas existe muito mais do que eu possa fazer do que pesquisar nos empregos do LinkedIn? Existe, sem dúvida! O problema é que grande parte das pessoas esquece que o sucesso na procura de emprego passa, por um lado por ter um perfil bem estruturado e por outro, por definir uma estratégia convincente e prática, mantendo-o sempre “em cima” das novas vagas que surjam.

Então, podemos facilmente afirmar que ter o seu perfil completo no LinkedIn é uma das chaves para o sucesso. Já falamos sobre isso neste artigo e voltamos a focar-nos nesse ponto. É uma alteração que dá trabalho e que depois necessita de uma atualização constante, mas que garante resultados impressionantes, mesmo na primeira semana. Por isso, inserir a keywords que você quer ser encontrado, ter uma foto profissional ou mesmo ter um português claro na hora de fazer um resumo do seu perfil são determinantes. De nada adianta aplicar os conceitos que vou explicar de seguida se você não tiver um perfil completo. Caso contrário, o cliente irá olhar para o seu perfil, ler durante dois segundos e vai embora. Quer marcar pela diferença? Grave um vídeo explicando quem você é e o que faz. Certamente irá focar a atenção do contratante!

Ebook - Ser Freelancer

O passo seguinte é trabalhar os grupos no LinkedIn de uma forma correta. A partir de uma participação constante você conseguirá mais pessoas adicionadas à sua rede, que podem enviar recomendações, que podem ajudá-lo a chegar a outras pessoas e por aí adiante. O exemplo que dou abaixo representa bem isso mesmo. Após publicar um artigo sobre como conseguir mais clientes como tradutor freelancer, decidi partilhá-lo num grupo sobre…tradutores freelancers. O feedback foi muito bom e certamente terá ajudado os profissionais daquela área. Se você não tiver um blog pessoal, partilhe conteúdos de outros sites ou inicie debates sobre um tema. Tudo vale na hora de ser visto e de chamar a atenção!

LinkedIn_Grupos

PEÇA RECOMENDAÇÕES NO LINKEDIN

Esta dica é básica mas garante a diferença na hora de ser contratado. Se você já trabalhou com alguém e conseguiu resultados interessantes, não existe qualquer problema em pedir uma recomendação. Mas para isso utilize a opção de recomendações, como demonstramos na imagem abaixo. Selecione o seu cargo e todas as pessoas que podem dizer algo sobre você nesse cargo. Atenção ao texto. Ele deve ser alterado e transmitir uma mensagem mais pessoal. As recomendações servem para as pessoas que viram o seu perfil ganharem mais confiança na hora de entrar em contato com você mas também para melhorar os seus resultados nos motores de busca.

Recomendações_LinkedIn

PASSANDO À AÇÃO…

Todos os pontos que falei acima servem apenas como “manutenção” da sua conta, ou seja, são hábitos que você normalmente  deve ter. Contudo, eles ganham maior relevância se estiver procurando emprego e por isso decido inseri-los no início deste texto. Os conselhos que vou partilhar de seguida são mais práticos, vão mais ao encontro daquilo que é a procura de emprego efetiva. Digamos que é o “trabalho de rua”. No entanto, volto a referir: de nada vai valer esta procura de emprego se os passos anteriores não estiverem completos. Caso seja necessário, invista mais alguns dias melhorando o seu perfil, aumentando as suas conexões e pedindo recomendações. Só depois comece estes passos.

Em primeiro lugar, aconselho que preste muita atenção ao feed no LinkedIn. Não estou falando do feed de notícias, mas sim às novas conexões conseguidas pelos seus amigos. Vamos supor a seguinte situação: você quer encontrar uma empresa de design para propor os seus serviços e fazer algum trabalho de freela quando essa empresa não conseguir dar “conta do recado”. Então, o que você pode fazer é ficar atento às novas conexões dos seus amigos e verificar quando um deles iniciar uma conexão com um dono de um empresa de design. Para entender melhor, preste atenção na imagem abaixo.

conexões_no_LinkedIn

Ao escolher esta opção, você passará  a ver apenas as novas conexões, o que permitirá focar-se mais no seu objetivo de encontrar o dono da empresa que tanto quer falar. Depois, “basta” pedir a esse seu amigo para ser apresentado a essa nova conexão. Para saber como, visualize novamente a imagem abaixo.

pedir_para_apresentar_no_LinkedIn

Neste caso, a minha conexão Carlos Ferreira está ligado a Helena Aleluia, responsável do Ministério da Educação. Imaginemos que eu estava pensando fazer um trabalho enquanto jornalista freelancer com o um membro da educação do Estado em Portugal. Esta seria uma excelente forme de conseguir falar com um representante, algo que de outro modo seria quase impossível.

No entanto, muitas pessoas ainda têm muito receio de pedir recomendações. O motivo é apenas um: as conexões que eles têm no LinkedIn não são ligações reais. Ou seja, apenas adicionaram aquela pessoa para fazer crescer a sua rede, mas agora não conseguem tirar partido disso. Lembre-se: o LinkedIn é um site com o objetivo de ligar-se no mundo virtual a pessoas que conhece bem. Aqui, é mais importante a qualidade do que a quantidade.

SIGA AS EMPRESAS

As páginas das empresas são de extrema importância. Além de poder acompanhar tudo aquilo que as empresas publicam, você pode ainda ficar atento às vagas existentes. Para isso, você precisa de definir os seus objetivos. Quer trabalhar no Google? Então, o primeiro passo é começar a seguir a empresa. No lado direito como demonstra a imagem abaixo, a página divulga as vagas que vão surgindo.

Vagas_de_emprego_no_google

Ao centro, o LinkedIn tem também as pessoas que trabalham na empresa. Eles podem ser uma excelente ajuda caso você pretende aumentar as suas chances de ser contratado. Nesse caso, repita o processo falado no ponto anterior: escolha uma amigo que tenha uma conexão e diga para ele referenciá-lo. Se possível, que explique que você está concorrendo para essa vaga e que recomenda você.

PROCURE NAS BUSCAS DO LINKEDIN

Como não poderia deixar de ser, as buscas de emprego do LinkedIn são extremamente importantes. Existem várias ofertas todos os dias e todas elas apresentam alto grau de qualidade. Esqueça aquelas ofertas de 2 reais por artigo como muitas vezes vemos por aí. No LinkedIn, só anunciam as empresas que sabem o que estão fazendo e por isso grande parte delas respeitam o trabalhador. As ofertas também são bastante esclarecedoras, contendo muito texto.

encontrar emprego no LinkedIn

No momento que estou escrevendo este artigo, existem 12 vagas para redatores que foram inseridas desde dia 9, ou seja, sábado. Não é um número extraordinário, mas certamente será uma mais-valia para conseguir mais clientes. Logo abaixo de algumas vagas, ainda existe a opção de verificar se existe alguma conexão que pode ajudá-lo a conseguir esta vaga. Aqui vão algumas dicas do que deve fazer para ter uma pesquisa eficaz:

  • Opte pela simplicidade e procure exatamente aquilo que você pretende.
  • Por vezes utilize sinônimos. Neste caso, em vez de procurar por redator podia procurar por escritor, que apesar de ser a mesma área, oferece ofertas diferentes.
  • Tenha em atenção ao país que está procurando.

Procurar por pessoas que o possam ajudar a falar diretamente com algum responsável da empresa também é muito simples. Basta que clique no link azul que falamos acima. Depois, caso a empresa tenha conta no LinkedIn você poderá entrar em contato com pessoas dessa empresa. Caso ela não tenha, essa aproximação não será possível. Para perceber melhor, veja a sequência de imagens abaixo:

Oferta_de_emprego

1. Em primeiro lugar, o meu objetivo será candidatar-me à vaga de “Assessoria de imprensa Redator”, publicada pela empresa Enterprise. Ao clicar nesse link azul, vou ter diretamente à página da empresa…

empresas_no_LinkedIn

2. Agora que já estou na página da empresa vejo todos os trabalhadores que estão no LinkedIn e que tenho 1ª ou 2ª conexão. Neste momento, tenho duas hipóteses: adicionar como amigo e “rezar” para que seja aceite, que consiga conversar e que não seja visto como SPAM; ou então, pedir neste caso ao “Alex Anunciato” que me recomende ao representante da Enterprise. Nestes casos, funciona melhor se a pessoa em questão tiver um cargo nos recursos humanos ou for o proprietário da empresa, pois é ele que tem o poder de decisão sobre a contratação. Falar com o diretor financeiro, neste caso, não teria grande lógica.

Não perca nenhum artigo sobre Freelancer

Insira aqui o email para receber gratuitamente estratégias para melhorar a sua carreira de freelancer

Nestes casos, outro hábito possível é ver os grupos em que essa pessoa está e interagir com uma publicação nos grupos, ou então, verificar o telefone dele no perfil e, depois de uma apresentação virtual, fazer uma chamada. Como é óbvio, o dono da empresa poderá não gostar mas tudo está dependente da sua vontade de arriscar.

CONCLUSÃO 

O LinkedIn é um excelente mudo para conseguir trabalho e melhorar o networking. Porém, é uma ferramenta que exige dedicação, disciplina e paciência, para fazer crescer a sua rede de contatos pela qualidade e não pela quantidade, tal como falamos nesta entrevista com Pedro Caramez, especialista do LinkedIn. Acredito que este possa ser um site muito interessante para todos os profissionais freelancers, principalmente para aqueles que procuram grandes empresas e clientes de longo prazo.

E você, como tem utilizado o LinkedIn? Conhecia todas estas informações que transmiti?

Abraço e até já!

Artigos
Relacionados

Comentários (6) Interações no Twitter (37)

Gostou desse artigo?

Partilhar Comentar

Tweetar Artigo

  • Rafael Danigno

    Interessante, Luciano. Sempre considerei o LinkedIn como uma rede mais morta, menos útil. Imaginava que no Brasil poucos utilizavam ela. Ótimas informações (e bem didático!)!

    14/02/2013

    Responder
    • Oi Rafael,

      Obrigado pelo seu comentário! O LinkedIn não é uma rede morta não. Ela apenas, por ser mais profissional, é um pouco mais "soft" do que o Facebook. Aqui o foco é na qualidade e não na quantidade, daí ser menos vistosa. Mas acredite: é bem mais eficaz e profissional! :)

      Abraço

      14/02/2013 Luciano Larrossa

      Responder
  • Carlos

    Muito interessante o artigo, mudou a minha forma de ver o LinkeIn, muito obrigado!

    15/02/2013

    Responder
  • Luís

    Como é a situação em Portugal? também é assim tão eficaz ou é uma rede social esquecida.
    Pelo menos é a ideia que eu tenho, actualmente.
    Obrigado.

    18/02/2013

    Responder
  • Danyllo Franco

    Ótimo post! Já realizava essas tarefas. Que bom, estou no caminho certo.
    Parabéns pelo ótimo trabalho Luciano!

    26/02/2013

    Responder
  • Sandra Portugal

    Dicas super interessantes a serem conhecidas e seguidas.
    Obrigada por compartilhar
    Sandra
    www.projetandopessoas.com.br

    10/10/2013

    Responder

Deixe seu comentário

Seu Gravatar

Para você partcipar dessa lista tem de estar cadastrado no Twitter. Cadastre-se agora!

Rede Escolas Plus

  • Psicologia

    Artigos sobre Psicologia, Motivação e muito mais, de uma forma prática e simples que lhe permitem melhorar a sua vida pessoal e profissional.

  • Criatividade

    Melhore a sua Criatividade através de tutoriais de desenvolvimento web, webdesign, dicas de inspiração, e muito mais.

  • WordPress

    Torne seu WordPress numa verdadeira máquina com nossos artigos, templates exclusivos, plugins e tutoriais totalmente em português.

  • Dinheiro

    Aprenda como ganhar dinheiro na internet com sites e blogs, usando anúncios do Google, Programas de Afiliados, Email Marketing e muito mais.

  • Apostas

    Gostava de ganhar dinheiro com seus palpites sobre esportes? Siga nossos tutoriais e dicas sobre como fazer apostas esportivas.