13 Grandes invenções de negócios que surgiram por acaso

Todos conhecemos casos de sucesso como a Apple ou como a Coca-cola, que começaram os seus negócios definindo um público e que, com o passar dos anos, a marca foi se desenvolvendo e conseguindo vender a um público muito específico. São histórias que só conhecemos o “fim”, mas que raramente sabemos como começaram e as dificuldades que tiveram de atravessar. Na Escola Freelancer, já demos a conhecer casos de empresas que começaram os seus negócios numa garagem ou de empresários que começaram do nada e obtiveram sucesso como o Richard Branson ou o David Camelô. Hoje, vamos falar de produtos que fizeram sucesso mas que a sua ideia inicial de negócio era outra ou que surgiram por acaso. Estes projetos foram pensados para terem um determinado público mas aos poucos foram adaptando-se às exigências dos seus clientes e acabaram por mudar completamente o seu ramo de negócio.

Isto tem tudo a ver com os freelancers. Por vezes, começamos um negócio pensando em fazer um determinado trabalho, mas acabamos por receber ofertas um tanto ao quanto diferentes daquelas que imaginávamos. O meu conselho é que aproveite esse género de situações, desde que goste do que está fazendo, obviamente. Essas adaptações às novas exigências são algo que deve estar na ADN de qualquer empresário. Percorrer um caminho que sempre nem sempre imaginou ser o seu, é algo que faz parte e é uma situação que muitas vezes irá acontecer na sua vida de empreendedor.

1. PLÁSTICO

Antigamente, a água era transportada por garrafas de barro ou por utensílios feitos de ovos de animal. No entanto, tudo mudou devido a dois acidentes e o plástico passou a ser um dos produtos mais comercializados a nível mundial. O primeiro acidente decorreu na fábrica da Goodyear. No laboratório da empresa, um funcionário inseriu no forno  borracha e enxofre de forma acidental. Quando ele regressou, encontrou um material resistente e durável, ao qual chamaria plástico. O outro caso acidental decorreu durante um concurso. John Wesley Hiatt precisava de encontrar um substituto para o marfim do elefante, que era utilizado nas bolas de Snooker. Hyatt, de forma acidental, derramou uma garrafa de colódio, formando um material bastante flexível e forte. Ele acabaria por não ganhar o concurso, mas o seu irmão, Isaiah, começou a comercializar o material, que na altura chamou de celulóide.

2. CORN FLAKES

O doutor John Kellogg e o seu irmão Keith, em 1894, eram donos de um hospital. Os visitantes desse mesmo espaço eram deixados num Spa, em Michigan, onde eram obrigados a um regime de alimentação um pouco estranho. Os visitantes não podiam comer carne, fazer sexo, beber alcool ou fumar. Outra das regras era a eliminação da cafeína através da substituição de outra substância: a granola. Depois de juntar a essa substância um pouco de trigo, surgiu um produto de certa forma estranho. Em vez do produto aparecer em grandes massas de pão, saiu em flocos muito pequenos. Depois foi só acrescentar um pouco de leite e surgiu um dos cereais mais comercializados no café da manhã.

3. PACEMAKER

Em 1956, Wilson Greatbatch estava trabalhando na construção de um dispositivo que gravasse os movimentos cardíacos dos seus pacientes, na Universidade de Bufallo, nos Estados Unidos. No entanto, ele acabou por retirar um fio de uma forma errada. Quando ligou o aparelho, reparou que o mesmo fazia o batimento muito semelhante ao de um coração. Entretanto, Wilson Greatbatch tinha conversado com alguns colegas seus sobre as possibilidades de um aparelho poder estimular os batimentos de um coração. Com isso, inventou um aparelho de apenas 2 centímetros que salva milhões de vidas todos os anos.

4. BOLACHAS COM PEDAÇOS DE CHOCOLATE

O que Wakefield tentava fazer não era nada de inovador: bolachas de chocolate. No entanto, numa das suas tentativas ela descobriu que não tinha o chocolate que habitualmente era fornecido pelo padeiro. Em vez de ficar desesperada e tentar utilizar o método habitual, foi comprar chocolate normal e quebrou-o em pequenas partículas. Ela esperava que o chocolate derretesse no forno, como era habitual. No entanto, ele acabou por se manter sólido e quebrou-se em partículas pequenas, dando origem às pepitas nas bolachas da chocolate. Hoje em dia é do género de bolachas mais comercializado no mundo.

5. BATATAS FRITAS

George Crum era já um chef conceituado quando inventou as batatas fritas. No seu restaurante, um cliente mandou voltar para trás um prato que continha uma batata inteira, que estava frita. O cliente reclamou e perguntou se a batata não poderia ser cortada mais fina e mais crocante. Crum ficou furioso e para se vingar, cortou as batatas o mais fino possível, tentando irritar o cliente. Para sua surpresa, o cliente adorou e a partir daí ele passou a servir esse prato no seu restaurante. A ideia foi um autêntico sucesso e passou a ser um dos pratos mais vendidos daquele espaço. Em poucos anos, o “segredo” espalhou-se pelo resto do mundo.

6. MASSA DE MODELAR

Durante a segunda guerra mundial, o Governo norte-americano queria que alguém criasse um material diferente do silicone, que pudesse ser utilizado nas botas dos soldados. Então, James Wright propos fazer esse trabalho. Durante os testes, Wright adicionou ácido bórico à substância, tornando algo pegajoso. Apesar de não ter qualquer utensílio para o que era pretendido pelo Governo, Wright acabou por encontrar alguma utilidade para as crianças, criando a massa modelar (ou plasticina para o português de Portugal). Hoje em dia ela existe em várias cores e é utilizada para milhões de crianças em todo o mundo.

7. FOGO DE ARTIFÍCIO

O fogo de artifício que você vê todos os finais de ano hoje não seriam uma realidade caso um cozinheiro chinês, de nome desconhecido, não tivesse cometido um erro durante uma refeição. Para fazer uma experiência, este cozinheiro inseriu carvão, enxofre e mais algumas substâncias. Depois de colocá-los todos juntos num frasco de Bambu, a mistura acabou por explodir. Tal produto recebeu o nome de huo yao e posteriormente ficou conhecido como pólvora. O conhecimento da pirotecnia era difundido na China e na Índia durante séculos antes de se estender até a Europa por meio dos árabes e gregos. Atualmente existem diversos tipos de fogos de artifício, e seus efeitos dependem da composição ou da estrutura da peça.

8. LSD

Uma das drogas mais conhecidas a nível mundial foi outra que apareceu quase por acaso. Albert Hofmann procurava um fortificante para o sangue. No entanto, enquanto este médico trabalhava na sua clínica, na Suíça, ele verificou que a solução provocava alguns efeitos alucinogénicos. Com isso, concluiu-se que apenas 25 gramas dessa substância eram capazes de provocar vividas alucinações. Devido a isso, o LCD passou a ser utilizado em algumas experiências psiquiátricas durante os anos de 40, 50 e 60. E foi nesta última década que esta droga começou a ficar mais popularizada, sendo utilizada para fazer “esquecer” os problemas financeiros e sociais. Nos últimos anos tem sido muito comentada devido à sua utilização por parte de Steve Jobs.

9. POST-IT

 Spencer Silver era já um pesquisador muito conceituado quando criou os post-its, completamente por acaso. Ele estava procurando uma forma de construir um novo adesivo mais forte do que os já existentes. No entanto, acabou por acontecer o contrário: o que ele criou era mais fraco do que o habitual. Passado alguns dias, ele concluiu que esse adesivo poderia ser usado para colar outros objetivos, sem deixar marca. No entanto, ele continuou sem saber que sentido prático poderia dar àquele novo produto. Até que um dia, um jovem estudante, começou a utilizá-lo em papéis para marcar páginas nos seus livros. Assim surgiu os post-its tão utilizados hoje em dia.

10. MICROONDAS

Uma das maiores invenções dos tempos modernos também surgiu por acaso. Percy Spencer estava a conduzir um projeto de pesquisas com um  tubo de vácuo chamado Magnétron. Numa das experiências, Spencer percebeu que o chocolate que ele tinha no seu bolso começava a derreter. Para ter certezas, ele inseriu milho, que posteriormente acabou por se transformar em pipoca. A partir daí, ele soube que tinha uma das maiores invenções à sua frente. No entanto, o primeiro aparelho só seria comercializado sete anos depois. O Radarange pesava 340 Kg, tinha 1.8 metros de altura e um custo de cinco mil dólares. Devido ao seu elevado tamanho e custo, o microondas apenas começou a fazer sucesso para o uso doméstico em 1967, tendo um custo de 495 dólares.

11. PENICILINA

Alexander Fleming era um médico bastante desorganizado e que mantinha sempre o seu ambiente de trabalho num caos. No entanto, esse mau hábito acabaria por dar origem a uma descoberta que revolucionou a medicina. Em 1928, no hospital Saint Mary’s, em Londres, o médico observava uma colônia de Staphylococcus aureus. Numa manhã, ao chegar ao laboratório, ele percebeu que tinha deixado a porta aberta e por isso um dos seus cultivos de micróbios apresentava uma cor esverdeada. Ele concluiu logo que o fungo teria, provavelmente, sido proveniente do andar de baixo, onde estava curiosamente o laboratório dos fungos. Em vez de ter uma atitude negativa, ele resolveu tentar perceber o que tinha acontecido. Ele concluiu que o fungo Penicilium tinha morto todas as bactérias. A partir dele, extraiu a penicilina.

Mas o que tem de tão revolucionário nesta pesquisa? Na verdade, a penicilina é um bactericida que não é tóxica para o ser humano, pode ser usada para combater infecções sem enfraquecer as defesas do organismo. No final, Fleming explicou que “não foi ele que inventou a penicilina”, mas sim a natureza. Mas esta não tinha sido a primeira vez que este cientista tinha beneficiado da sua desorganização. Já em 1922, ele estava estudando a proliferação de micróbios em colônias cultivadas a partir de secreções nasais e, sem querer, por estar resfriado, deixou cair uma lágrima sobre a placa. Um dia depois, ele verificou que o local onde a sua lágrima tinha caído não continha qualquer micróbio. Com isso ele concluiu que o corpo humano contém tecidos e secreções que possuem uma substância, a lisoenzima, que tem a capacidade de dissolver certas bactérias.

12. VIAGRA

Este comprimido que faz alegrias a muitos homens em redor do globo foi descoberto em 1992. Investigadores norte-americanos estavam a trabalhar arduamente para descobrirem uma nova droga para tratar das anginas, o que acabou por se revelar uma grande ampliador da vontade sexual masculina. De fato, o comprimido até ajudava no tratamento das anginas, mas a verdade é que a estimulação pélvica acontecia de uma forma pouco comum. A Pfizer conseqüentemente decidiu comercializá-la como tratamento para a disfunção erétil, ao invés de tratamento para a angina. A droga foi patenteada em 1996, e aprovada para uso na disfunção erétil. Rapidamente ela se tornou um grande sucesso: as vendas anuais de Viagra no período de 1999–2001 excederam 1 bilhão de dólares.

13. PICOLÉ

Foi o mais novo de todos os descobridores aqui no texto. Com apenas 11 anos, Frank Epperson deixou uma mistura de suco com pó diluído em água na sua varanda, contendo ainda um palito de misturar bebidas dentro do recipiente. O problema é que nessa noite a cidade de São Francisco atingiu temperaturas muito baixas. Na manhã seguinte, ele acordou e percebeu que a sua “substância” tinha congelado, criando um sabor interessante. A esta invenção ele deu o nome de “Epsicle”. Só 18 anos depois Epperson apresentou a receita numa festa e como o suco espetado acabou fazendo sucesso, resolveu comercializar o invento. Ele patenteou a invenção nesse mesmo ano. Em 1925 todos os direitos foram vendidos a uma empresa de Nova Iorque.

CONCLUSÃO

Como pôde ver, muitas das invenções que alteram o nosso dia-a-dia surgiram por acaso. Algumas sem que os seus fundadores tivessem muito trabalho enquanto outras resultaram da pesquisa por outras substâncias completamente diferentes. Tal como em tudo na vida, no mundo dos negócios também é necessário sorte. No entanto, é preciso saber aproveitar a oportunidade. Senão vejamos o exemplo do Corn Flakes: conhecida mundialmente, a marca dura desde 1894! São mais de 100 anos vendendo cereais para o café da manhã! É necessário ser mais do que um homem de sorte para conseguir manter uma empresa por tanto tempo.

E vocês, o que acharam do artigo? Tinha ideia de como surgiram estas invenções?

Abraço!

Artigos
Relacionados

Comentários (7)

Gostou desse artigo?

Partilhar Comentar

  • Gabriel Rausch

    Melhor Mesmo e os fogos De Artificios

    07/09/2012

    Responder
  • Bruno Simomura

    Gostei dessas invenções, a que eu não conhecia mais de perto (pela história), eram as batatas fritas.

    08/09/2012

    Responder
  • edivaldo weller

    Eu prefiro o numero 2. CORN FLAKES.... o doutor John Kellogg que foi Adventista do 7º Dia (como eu sou) que inventou esse delicioso flocos de milho, recebemos de Deus orientação sobre saúde através da bíblia,.... Abraço a Todos e Parabéns a escolafreelancer.com que acompanho desde da inauguração do blog: ÓTIMO ARTIGO.

    12/09/2012

    Responder
  • Maur'icio

    Ótimo levantamento!

    Resta agora saber quais dessas invenções rederam mais dinheiro.
    Acredito que seja o plástico.

    12/09/2012

    Responder
  • Guilherme Diniz

    Muito bom!

    A teoria da "Tia do café" ganha mais força mostrando que coisas boas também surgem do acaso!

    17/09/2012

    Responder
  • Diego

    Legal...Mas ali no LSD a foto é de pululas de ecstasy.

    03/10/2012

    Responder
  • Dan Roberto

    Não sabia dessas inovações que surgiram por acaso, assim é mais um parte da vida que devemos saber como surgiram essas grandes marcas e invenções.

    06/12/2013

    Responder

Deixe seu comentário

Seu Gravatar

Rede Escolas Plus

  • Psicologia

    Artigos sobre Psicologia, Motivação e muito mais, de uma forma prática e simples que lhe permitem melhorar a sua vida pessoal e profissional.

  • Criatividade

    Melhore a sua Criatividade através de tutoriais de desenvolvimento web, webdesign, dicas de inspiração, e muito mais.

  • WordPress

    Torne seu WordPress numa verdadeira máquina com nossos artigos, templates exclusivos, plugins e tutoriais totalmente em português.

  • Dinheiro

    Aprenda como ganhar dinheiro na internet com sites e blogs, usando anúncios do Google, Programas de Afiliados, Email Marketing e muito mais.

  • Apostas

    Gostava de ganhar dinheiro com seus palpites sobre esportes? Siga nossos tutoriais e dicas sobre como fazer apostas esportivas.